ESTAÇÕES DE TRANSFERÊNCIA

estações de transferência de ônibus | 2002

 

acervo permanente do Centro Georges Pompidou

localização São Paulo, SP
tipo infraestrutura urbana
etapa construído

A partir de uma problemática colocada pela SPTrans, a concepção do projeto das Estações de Transferência – para o Sistema Integrado de Transportes da Prefeitura de São Paulo – procurou reduzir ao máximo a interferência no visual da cidade. Como elas deveriam ser pensadas para canteiros centrais de avenidas e passeios públicos, muitas vezes em locais inclinados, adotou-se uma solução de pórticos longitudinais, dando a sensação de continuidade piso-teto, aliados a um módulo básico que pode ser ampliado (somado) de acordo com a necessidade. A leveza e flexibilidade desejadas no projeto ficam garantidas com o uso de estrutura de aço que, além de proporcionar uma estética aerodinâmica e tecnológica, permitiu reduzir as cargas na fundação e, consequentemente, as interferências no entorno existente.do aeroporto. Para isso, foi proposto um sistema de estrutura mista de aço e concreto armado. Além disso, o desenho da cobertura recebeu um tratamento especial de forma a evitar reflexos pontuais nas aeronaves e a ser um elemento de surpresa para quem vê do avião – a quinta fachada, fundamental para aeroportos.